Viagens

Descobriram que tinham o mesmo namorado — e juntaram-se para viajar num autocarro escolar

Três mulheres ficaram amigas depois de uma história de traição. Decidiram converter um autocarro numa autocaravana e partir.
As três amigas.

Parece uma história de um filme, e vem da terra onde muitos filmes são produzidos — mas é mesmo realidade. Três mulheres uniram-se e ficaram amigas depois de descobrirem terem algo em comum que preferiam certamente evitar: o mesmo namorado.

Desta amizade aparentemente improvável, nasceu um projeto: a conversão de um autocarro escolar numa autocaravana. Dele, nasceu uma viagem. E desta, uma plataforma que conta e partilha a aventura, no Instagram: a The BAM Bus.

Segundo a “CNN Travel“, tudo começou por altura do Natal do ano passado, em dezembro de 2020. Bekah King, Abi Roberts e Morgan Tabor, três jovens norte-americanas, chegaram à inevitável conclusão quase por acaso, quando Morgan começou primeiro a desconfiar do comportamento do rapaz e acabou por descobrir fotos dele com outra mulher, numa aplicação de fotografia. Era uma outra jovem que acabaria por se tornar uma das suas melhores amigas, apesar não ter podido viajar com as restantes e preferir não se identificar.

Mas há mais: além do choque da traição do homem com quem até já pensava comprar casa e casar, Morgan e a sua nova melhor amiga/a segunda mulher traída tiveram ainda outra surpresa: havia uma terceira pessoa, Abi Roberts: também inocente na situação, porém, na verdade, namorada do mesmo rapaz.

E não termina aqui. Estas três mulheres falavam durante seis horas por FaceTime, quando Morgan foi interrompida pelo rapaz a entrar em casa, tendo tido a satisfação de lhe mostrar a surpresa da sua nova amizade, na conversa por vídeo ainda em curso: ‘Fiz novas amigas hoje”, terá dito ao namorado cuja reação foi, frisou, inestimável.

O jovem ainda terá dito que acreditava em sair com várias mulheres ao mesmo tempo como algo normal, o que levou as novas amigas a procurar mais e descobrir mais — seis mulheres na realidade, no total.

Uma dessas mulheres era Bekah King, que também morava em Boise, Idaho, de onde Morgan é originária e estava criado o trio de amizade que partiria depois pela estrada fora.

A história parece a vida a imitar a arte, ou neste caso o filme de 2014 “The Other Woman“, com Cameron Diaz, Leslie Mann e Kate Upton. Até porque também aqui, como na obra, as mulheres ficaram mesmo improváveis amigas. Mas não com o objetivo de destruir a vida do homem que as traiu: e simplesmente de partirem para uma nova vida.

À CNN, Bekah, Abi e Morgan descrevem-se como aventureiras de espírito livre e corredoras de risco destemidas, todas obcecados por música e pelo filme de animação “Megamind“. Como se isto não bastasse, tinham um sonho comum: reconverter um transporte escolar numa autocaravana e partir em road trips pelo país.

Foram estas semelhanças que as uniram e, após o desgosto da descoberta que as jovens partilharam a decisão de partir surgiu do nada, de forma relativamente espontânea e natural. 

Juntas, economizaram dinheiro e apesar da média de idades a rondar os 20 anos meteram-se numa empreitada sem medos. Compraram um velho autocarro escolar, verde e abandonado, com mais de 30 e que pertencera a um corpo de bombeiros, para levar os seus filhos à escola. Remodelaram-no com as suas próprias mãos, chamaram-no de BAM pelas suas iniciais e partiram numa aventura pelo oeste dos Estados Unidos.

Foram meses de trabalho árduo, desde limpar o autocarro de bancos e tudo o que era velho até colocar novo chão, isolamento, pintar, instalar beliches, aparelhos básicos e até um deck no telhado.

A história e as imagens da aventura e da transformação foram sendo contadas e reveladas na página The BAM Bus, onde pode acompanhar tudo e tirar dicas. Certo é que a nova autocaravana, já com a compra da antiga carrinha e a remodelação, não chegou aos cinco mil euros e desde 25 de junho que as amigas estão na estrada.

Desde o Idaho, já foram ao Parque Nacional Grand Teton, no Wyoming, ao Parque Nacional de Yellowstone e caminho de Montana.

“Se eu tivesse uma palavra para descrever toda essa experiência, seria surreal”, disse Roberts ao canal. “Desde o momento em que saímos da garagem em Boise, conhecemos tantas pessoas incríveis em acampamentos, em caminhadas, através do nosso Instagram. Aprendemos muito com tantas pessoas inspiradoras e com a natureza incrível que pudemos passar o tempo dentro. É absolutamente surreal.”

As três trabalham remotamente para financiar a sua viagem por conta própria, sem a ajuda de seus pais ou qualquer outra pessoa, mas frequentemente recebem doações de estranhos.

Embora a intenção inicial fosse regressar em novembro, as jovens já estão a considerar estender a viagem e encontrar maneiras de torná-la sustentável a longo prazo, quem sabe ad eternum.

Sobre o namorado, já nem se lembram, nem dele falam. Apenas lhe agradecem, ironicamente, por as unir na aventura de uma vida. De seguida, carregue na galeria para conhecer melhor a incrível caravana BAM e algumas fases do processo de reconversão.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT