Viagens

Tailândia faz parceria com o Tinder para ajudar viajantes a encontrar o amor

Para já, os pacotes para solteiros são só para viajantes domésticos mas, depois da pandemia, a situação poderá mudar.
Um destino de sonho.

Quando sonhamos com o regresso às viagens, é inevitável que coloquemos, na lista de destinos a regressar ou a conhecer, um dos locais mais bonitos do mundo: a Tailândia. O país tem praias incríveis, natureza perfeita, clima quente, resorts maravilhosos, boa gastronomia. E é, porque não, um local romântico e onde até pode encontrar o amor: sendo que o conselho de turismo local decidiu dar uma ajuda neste campo.

Numa altura em que, depois de meses de contracção, o turismo da Indonésia, incluindo o doméstico, ainda tenta regressar lentamente e em segurança, com a pandemia sem fim à vista, a Autoridade de Turismo da Tailândia fez um anúncio inesperado: uma parceria com o Tinder para oferecer pacotes de viagens, pensadas para solteiros, numa primeira fase habitantes locais.

Segundo a “Lonely Planet“, a primeira viagem foi lançada a 20 de dezembro e era até gratuita, consistindo numa espécie de cruzeiro turístico por algumas das paradisíacas ilhas. A segunda viagem acontece precisamente este sábado, 9 de janeiro, e inclui uma festa na praia e um concerto em Koh Khai, na costa de Phuket. Para 23 de janeiro, adianta a revista, está já planeada uma excursão para 50 solteiros, desta feita a consistir num dia romântico num comboio, pela Represa Pa Sak Jolasid em Lopburi, com jantar incluído.

As novas Single Travel Routes são pensadas para viajantes a solo, impulsionados sobretudo pelo amor à descoberta mas, quem sabe, descobrindo o amor no caminho, e no seu grupo de passeio. “O turismo liga as pessoas e algumas pessoas podem acabar a ser parceiros para a vida toda. Os turistas também podem ajudar a apoiar o turismo e a economia em tempos difíceis”, explicam as autoridades, citadas pela Lonely Planet. Para já, os pacotes para solteiros são só para viajantes domésticos até porque praticamente não há internacionais — mas, depois da pandemia, a situação poderá mudar.

Destino certo e habitual de milhões de viajantes de todo o mundo a cada ano, a Tailândia tem tido imensa prudência no processo de reabrir as suas fronteiras para o turismo, devido à pandemia: já houve avanços, retrocessos, datas anunciadas que não se verificaram. Atualmente, as fronteiras já estão abertas a visitantes de diversos países, entre os quais Portugal, mas com obrigatoriedade de 14 dias de quarentena e quatro testes de Covid-19, o que torna, por enquanto, inviáveis as viagens a lazer.  

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT