Viagens

Torre Eiffel vai ser renovada — e ficar mais brilhante do que nunca

A propósito dos Jogos Olímpicos de 2024, vem aí uma gigante obra de pintura que mudará ligeiramente a sua cor.
Deverá ficar mais amarelada.

Mais de 250 milhões de pessoas já a visitaram desde a sua inauguração há mais de cem anos. A Torre Eiffel, um dos monumentos mais conhecidos e icónicos em todo o mundo, tem sido alvo pontualmente de intervenções de melhoria e reabilitação, sempre que necessário. Mas vai, agora, sofrer um verdadeiro makeover, que a deixará literalmente a brilhar ainda mais.

O motivo é os Jogos Olímpicos de Verão de 2024. Além dos milhões de visitantes que são esperados em Paris nesse ano, esperamos nós já sem pandemia, a Torre Eiffel servirá de cenário para os eventos de triatlo e natação em águas abertas.

As autoridades consideraram, por isso, que se justificava uma reforma, desta feita não estrutural mas mesmo de beleza: 50 milhões de euros para pintar a gigante estrutura.

De acordo com a “Lonely Planet“, durante a remodelação as camadas anteriores de tinta precisam ser removidas, um processo delicado devido à presença de chumbo, que deverá ter uma importante vigilância sanitária.

Depois de preparada para a nova cara, a torre, que já foi pintada 19 vezes, mudará desta vez ligeiramente o seu tom ligeiramente acastanhado, para uma versão mais amarelo-brilhante, um dourado no resultado final, adianta a revista.

A Torre de 324 metros foi construída entre 1887 e 1889 como entrada para a Feira Mundial de 1889, ou Exposition Universelle. Em 2019, antes da pandemia, já tinha sido anunciado que o espaço terá, também a propósito das olimpíadas de verão, um novo e incrível jardim, à volta do monumento parisiense. A área, na direção do Trocadéro, será toda ajardinada ou renovada numa extensão de um quilómetro.

O projeto de reabilitação desta zona contempla sobretudo a criação de um grande jardim e mais árvores e espaços para andar. Estas alterações, para as quais foi lançado um concurso internacional em 2018, deverão estar prontas antes dos Jogos Olímpicos: se tudo correr bem, mesmo com as paragens impostas pelo coronavírus, as previsões apontam para 54 novos hectares de espaços verdes e o grande objetivo de transformar toda a área numa enorme zona pedonal.

Segundo a autarquia, quando o novo jardim estiver concluído, até os cartões postais deverão ser alterados, para que possam incluí-lo.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT