Viagens

Um dos melhores destinos secretos da Europa fica a 250 quilómetros da fronteira

Zahara de la Sierra, na Andaluzia, é uma das aldeias históricas mais famosas da rota dos Pueblos Blancos.
Tem mesmo de conhecer.

A Europa está cheia de recantos secretos que poucos conhecem, desde aldeias pitorescas ou medievais a pequenas localidades nas montanhas. Um país é muito mais do que uma capital ou grandes cidades. Afastadas dos meios urbanos, existem vilas cheias de histórias que valem a pena visitar.

O site de viagens European Best Destinations divulgou uma lista com os melhores destinos secretos da Europa e um deles fica mesmo aqui ao lado, a cerca de três horas de carro e a 244 quilómetros de distância da vila fronteiriça de Castro Marim, no Algarve.

Em pleno coração do Parque Natural da Serra de Grazalema, na Andaluzia, Espanha, encontra-se uma pequena vila de casas brancas e um castelo centenário com vistas de tirar o fôlego a qualquer um. Zahara de la Sierra fica na província de Cádiz, é uma das aldeias mais famosas da rota dos Pueblos Blancos (Aldeias Brancas) e um dos lugares mais pitorescos de toda a Andaluzia. 

No topo de uma colina rodeada pelas águas de azul cristalino do reservatório Zahara-el Gastor, a localização geográfica não podia ser melhor. É lá no alto, que ficam as ruínas do castelo mourisco, com vista para toda a aldeia, onde vivem cerca de 2000 habitantes.

A origem do nome Zahara é tema de discussão há vários anos, mas diz-se que é uma palavra emprestada do árabe, “azahar”, que significa florescer de laranjeira. A verdade é que todos os que passam por lá dizem sentir o cheiro das laranjeiras em flor. Supostamente, durante a reconquista cristã em 1483, a aldeia era apelidada de Zahara de los Membrillos, devido aos quinze marmeleiros cujas frutas faziam lembrar laranjas. 

A explicação mais simples é a tradução literal da palavra Zahara que, em árabe, significa rocha gigante. O que também poderia fazer sentido tendo em conta que a vila está apoiada numa formação rochosa. 

Independentemente da origem do nome, a cidade andaluza é uma paragem obrigatória para quem visita a região espanhola, não só pela sua beleza como também pela sua história. Foi, em tempos, um importante entreposto comercial mouro e o local ideal para construir uma fortaleza, devido à sua posição entre Ronda e Sevilha.

Os cristãos ocuparam a cidade entre 1407 e 1481, altura em que perderam a aldeia para os nasrids, a última dinastia muçulmana na Península Ibérica. A tomada de posse foi o pretexto perfeito para dar início à Guerra de Granada, que terminou em 1492.

Numa altura em que só lá viviam soldados, o castelo de Zahara de la Sierra foi uma das fortalezas que garantiu a proteção das comunidades de Ronda e Málaga. As forças cristãs, comandadas por Rodrigo Ponce de León, o marquês de Cádiz, reconquistaram a aldeia em 1483. 

Apesar de estar praticamente destruído, ainda é possível ver as ruínas que remontam ao século XIV e a torre de homenagem do castelo, que tem vista para a aldeia e para o reservatório de água. A subida até à torre é gratuita — demora cerca de 10 a 15 minutos desde o centro histórico.

Se for descobrir esta aldeia cheia de casas brancas, a primeira coisa que deve fazer é um passeio a pé pela cidade velha e conhecer a Praça Maior (Plaza Mayor), que representa o centro da cidade e foi declarada Património da Humanidade da UNESCO em 1977.

E não deixe de visitar a Puerta de la Villa, um dos locais mais fotogénicos da aldeia, com fontes de pedra e casas dos séculos XVI e XVII decoradas com flores em vasos coloridos. 

A Igreja de Santa María de la Mesa, a capela San Juan de Letrán, a Torre do Relógio e a ponte de origens romanas são outras das atrações que não pode deixar de conhecer.

Nos meses de verão, o calor invade a aldeia mas é possível dar uns mergulhos na reserva natural ou na “La Playita”, um pequeno lago que fica na Área Recreativa de Arroyomolinos. Se preferir, também pode andar de caiaque ou pescar.

Onde ficar

Para pernoitar na cidade andaluza há muitos alojamentos rurais que pode escolher. O alojamento Los Estribos fica a 200 metros do centro histórico e tem uma das melhores vistas de toda a cidade. Com um terraço e vistas incríveis para o lago e montanha, o espaço está equipado com ar condicionado, televisão e casa de banho privada. 

Para junho, encontra quartos para duas pessoas a partir de 50€.

Como chegar

Para chegar a Zahara de la Sierra, a melhor opção é mesmo ir de carro e aproveitar as paisagens. Outra opção é aterrar no aeroporto Jerez, que fica a cerca de 61 quilómetros de distância. Se partir de Lisboa, encontra bilhetes de avião a partir de 18€.

De seguida, carregue na galeria para conhecer esta aldeia da Andaluzia.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT