Viagens

Um turista tentou comer um gelado junto a uma fonte em Roma — e acabou com uma multa de 450€

As autoridades italianas afirmam que o homem estava a desrespeitar as leis projetadas para proteger fontes monumentais.
É proibido comer junto às fontes.

Se estava a pensar comer um dos famosos gelados italianos enquanto aprecia as incríveis fontes que existem em Roma, o melhor é mudar de ideias. Caso contrário, ainda corre o risco de regressar a casa com uma multa para pagar. Foi isso que aconteceu a um turista norte-americano na madrugada de 3 de setembro.

Segundo a polícia italiana, citada pela “CNN Internacional”, um homem de 55 anos sentou-se junto à Fontana dei Catecumeni, em Roma, para comer um gelado por volta da uma da manhã. Os agentes da polícia abordaram o homem, uma vez que este “tinha a intenção de beber e comer numa parte da fonte”, o que vai contra as leis projetadas para proteger fontes monumentais. 

O turista norte-americano foi multado em 450€ por estar a comer junto de um monumento histórico. Construída em 1588-89 pelo arquiteto e escultor Giacomo della Porta, a fonte está protegida por regras introduzidas na década de 1970 para salvaguardar fontes históricas, estátuas e outros monumentos. 

Estas medidas servem para impedir incidentes e garantir uma proteção adequada da capital histórica, artística e arqueológica de Roma. Quem não cumprir com a lei, pode arriscar-se a levar uma multa pesada.

As regras foram atualizadas em 2019 e, desde então, as autoridades têm estado mais atentas. Só no fim de semana passado, a polícia local realizou mais de 300 operações de fiscalização, com patrulhas de rua. Além de comer ou beber, outra das proibições é dar mergulhos nas fontes. As autoridades podem aplicar multas e banir pessoas de uma determinada área durante 48 horas. Os reincidentes podem ser banidos até 60 dias.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT