Viagens

União Europeia impõe novas restrições nas viagens para quem vem dos Estados Unidos

Volta a quarentena e a ser obrigatório apresentar teste à Covid-19 para quem não estiver vacinado.
A notícia foi avançada pela "Reuters".

A União Europeia (UE) restabeleceu na última sexta-feira, dia 27 de agosto, as restrições de viagens para os cidadãos dos Estados Unidos (EUA) que não estão vacinados contra a Covid-19. O mesmo é válido para o Kosovo, Israel, Montenegro, Líbano e Macedônia do Norte, que também vão ficar fora da lista de viagens seguras para o território da UE. A informação foi avançada por fontes diplomáticas à “Reuters”.

Com o agravar destas restrições, vai ser exigido a quem chega destes países um período de quarentena assim como será obrigatória a apresentação de teste à Covid-19 para que seja permitido a entrada de estrangeiros num dos 27 países da União Europeia. 

Contudo, apenas esta segunda-feira, 30 de agosto, será finalizada a decisão sobre as novas restrições de viagens de estrangeiros para a UE, isto se nenhum país apresentar objeções relativamente à atualização da lista de viagens seguras para a UE. Para isso, será tida em conta a situação pandémica de cada país.

Ainda de acordo com a “Reuters”, os EUA não permitem com que cidadãos europeus entrem no país livremente. Já na UE, existe neste momento uma divisão de opiniões em que de um lado há quem defenda a igualdade de tratamento e do outro, sobretudo de quem depende do turismo, há quem não queira aplicar estas restrições aos norte-americanos. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT