Viagens

Uso de máscara deixa de ser obrigatório nos aviões na União Europeia

A partir de segunda-feira, dia 16 de maio, já não terá de usar proteção individual nos voos, mas continua a ser recomendado.
Já não é obrigatório.

A partir de segunda-feira, dia 16 de maio, as máscaras vão deixar de ser obrigatórias nos aeroportos e voos no continente europeu. O anúncio foi feito esta quarta-feira pela Agência da União Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) e o Centro Europeu de Controlo de Doenças (ECDC).

“A partir da próxima semana, as máscaras deixarão de ser obrigatórias nas viagens aéreas em todos os casos”, informa em comunicado o diretor executivo da EASA, Patrick Ky. Em voos para destinos onde o uso de máscara ainda é necessário nos transportes públicos, o uso dos materiais de proteção continua a ser encorajado.

A alta taxa de vacinação e imunidade de grupo foram os argumentos usados pelas entidades europeias para justificar a decisão. Apesar do fim da recomendação da obrigatoriedade, as regras relativas às máscaras continuarão a variar segundo as companhias aéreas.

Os passageiros vulneráveis devem continuar a usar uma máscara de proteção independentemente das regras, defendem a EASA e o ECDC.   

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT