Viagens

Visitantes de zoo em França escreveram os seus nomes na pele de um rinoceronte

A direção do Jardim Zoológico está "indignada com a estupidez e desrespeito" desta situação.
Zoo La Palmyre.

Dois visitantes do jardim zoológico La Palmyre, em Royan (França), escreveram os seus nomes no dorso de uma fêmea rinoceronte de 35 anos. Em fotografias divulgadas nas redes sociais podem-se ler os nomes Camille e Julien na pele do animal.

Numa nota divulgada na página de Facebook da Royan News, o diretor do zoo, Pierre Caillé, disse estar “indignado com a estupidez e desrespeito” por parte dos visitantes que usaram as unhas para escrever o nome, raspando pó, areia e pele morta do animal.

A rinoceronte não ficou, no entanto, com marcas e “pode nem se ter apercebido”. “Limpámos rapidamente as inscrições e não houve qualquer dano para o animal”, que tem uma pele grossa que pode chegar aos 1,5 centímetros de espessura.

Naquela zona do zoo, as barreiras entre as pessoas e os animais permitem que os visitantes lhes possam tocar. A direção confirmou que normalmente o contacto é respeitador, e vai continuar a ser permitido. Ainda assim, a vigilância será reforçada após este incidente.

Fêmea de 35 anos.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT