NiTcom

Vulcão, águas cristalinas e estrelas Michelin. Tenerife é um sonho aqui ao lado

Esta ilha das Canárias é o destino perfeito para viver verdadeiras aventuras no mar ou em terra. Também pode simplesmente relaxar.
Uma caminhada pelo Teide.

Mesmo quem nunca foi a Tenerife, certamente já ouviu falar várias vezes sobre as maravilhas que existem nesta ilha das Canárias. De livros a videoclipes de música, passando por grandes sucessos do cinema, este paraíso do Atlântico tem servido regularmente de inspiração para grandes obras que todos conhecemos.

Foi lá que a mestre do crime Agatha Christie se refugiu nos anos 20. Os mais atentos poderão lembrar-se de referências a Tenerife na obra “The Man from the Sea”. Foi lá também que o livro “O Mistério do Comboio Azul” foi escrito durante a sua estadia no Hotel Taoro, o primeiro grande hotel de luxo de Espanha — e que vai reabrir precisamente em 2024, por isso é uma ótima sugestão para marcar a estadia na ilha nas próximas férias.

No cinema também existem dezenas de referências a cenários de Tenerife, como aconteceu nas cenas de luta no filme “Fúria de Titãs” ou nas estradas em “Velocidade Furiosa 6”, passando até pelo blockbuster “Mulher Maravilha 1984”.

Por outro lado, o Parque Nacional do Teide é Património da Humanidade e dá aos visitantes uma experiência pouco comum: visitar o cume de um vulcão. Há tours que incluem o transporte, teleférico e algum tempo livre a partir da plataforma do topo para explorar aquela zona única. 

A beleza natural da ilha estende-se por muitos mais locais. Nos Parques Rurais de Anaga ou de Teno a paisagem é completamente contrastante com as sugestões anteriores. Aqui, os bosques laurissilva oferecem uma floresta densa, com uma sensação mágica e diversos trilhos para quem adora fazer longas caminhadas.

Da terra para o mar, vale a pena apostar numa visita ao Acantillado de Los Gigantes. Esta escarpa monumental deve ser vista a partir da água, através dos vários passeios de barco que existem na ilha. Muitas destas viagens combinam esta vertente geológica com outra das atividades mais populares na ilha: a observação de cetáceos. Com uma grande colónia local de golfinhos-roazes e baleias-piloto, este é um dos melhores locais do mundo para ver de perto as espécies raras. Aliás, a variedade de empresas com diferentes ofertas (desde a duração ao que está incluído) é imensa, mas a recomendação é a de procurar experiências com a certificação Barco Azul. 

Pode também fazer snorkeling nos Los Gigantes.

Além dos mergulhos a partir do barco, não faltam praias para descobrir em toda a ilha. Existem opções de areia dourada ou preta, com piscinas naturais criadas pelas rochas e lava que ao longo dos séculos secou. As poças de la Laja ou o del Viento são dois dos locais mais bonitos onde pode relaxar e mergulhar nas águas límpidas.

Pelo anoitecer, há mais um “evento” natural muito especial em Tenerife. A qualidade do céu — sim, leu bem — valeu à ilha a designação de Reserva e Destino Starlight. É aqui que se localiza então o Instituto de Astrofísica das Canárias, com uma variedade de atividades de observação tanto para especialistas da área como para qualquer turista que tenha curiosidade em passar umas horas a observar os céus estrelados com um guia dedicado. O Teide é o melhor local para esta atividade, com diversas excursões que se realizam durante a noite. 

Parques temáticos e muita tradição insular

Nos seus pouco mais de dois mil quilómetros quadrados, Tenerife consegue juntar um considerável número de parques temáticos bem distintos. Aliás, um deles chegou mesmo a fazer parte de um videoclipe de Shakira. A cantora colombiana escolheu o parque aquático Siam Park e a praia da Abama para realizar algumas das gravações do single “Don’t Wait Up”. 

Mas há outros parques para descobrir. Na vertente aquática, e não muito longe do primeiro, pode também encontrar o Aqualand, onde existe um delfinário. 

Mas se é mesmo a vida do animal que quer explorar, o Loro Parque é o sítio que tem de conhecer. É considerado uma Biosfera Certificada — Embaixada Animal da UNESCO, numa espécie de jardim zoológico moderno.  Mais num estilo de safari pela floresta, o Jungle Park pode ser também uma opção para os amantes de caminhadas pela natureza. 

Fora da natureza, não faltará animação nas várias cidades da ilha. Seja pela sua arquitetura ou pelos locais de lazer que oferece, há sempre sítios por explorar ou relaxar. A beleza de San Cristonal de La Laguna, por exemplo, é incontornável. Prepare o telemóvel ou a câmara porque vai passar horas a fotografar as coloridas ruas desta cidade, de onde sairá com magníficas imagens para publicar no Instagram ou até imprimir e expor em casa. Já a capital Santa Cruz de Tenerife será uma espécie de novo amor para os fãs de arquitetura. Entre as duas obras de Santiago Calatrava — o Auditório de Tenerife e o Centro Internacional de Feiras e Congressos —, existe ainda o Tenerife Espaço das Artes, da dupla Herzog e De Meuron. 

As celebrações religiosas e romarias são outro dos pontos fortes na ilha. Especialmente durante o verão, não faltam festas locais às quais os turistas se podem juntar. Fora dessa época — que também é provável ter a sorte de apanhar um clima suficientemente bom para desfrutar de tudo o que Tenerife oferece —, a Páscoa e o Carnaval são ótimos momentos para se divertir.

Aliás, foi durante este período, em 1991, que a banda irlandesa U2 passou férias por ali.  Algumas gravações pessoais que Bono e companhia fizeram na altura acabaram por ser usadas no videoclipe de “Even Better Than the Real Thing”.

Esta celebração é até considerada a segunda maior do mundo, com semanas de preparação até ao momento alto: a eleição da rainha do Carnaval. Isto torna-o até num Festival de Interesse Turístico Internacional.

Os sabores e as estrelas Michelin da ilha

O clima tropical de Tenerife oferece uma variedade de frutas que não são habitualmente produzidas na Europa, como o abacate e a papaia. A diversidade de peixe é também vasta, bem como os queijos não faltam — ou não fizesse esta ilha parte de Espanha, onde as tapas são uma verdadeira obsessão nacional.

Mas para a experiência ser ainda mais autêntica, nada como explorar os guachinches. Estes espaços improvisados nasceram pelas mãos dos produtores de vinho locais que queriam dar saída aos excedentes da sua produção. Ou seja, aquilo que era um típico ajuntamento dos locais transformou-se numa forma de dar a conhecer ao mundo a comida tradicional da ilha. 

Já os que procuram uma experiência mais premium, também não faltam opções. A ilha conta com nove estrelas Michelin, distribuídas por sete restaurantes.

Tenerife totaliza nove estrelas Michelin em sete dos seus restaurantes. É o caso do M.B. no The Ritz Carlton Abama, que tem duas estrelas, bem como do El Rincón de Juan Carlos, no hotel Royal Hideaway Corales, na Costa Adeje. O Nub, situado na Bahía del Duque, o Kabuki, o San Hô, no Royal Hideaway Corales, bem como o Taste 1973 e o Haydée de Víctor Suárez, que obtiveram a sua primeira estrela Michelin na última gala do Guia Michelin.

E a alta qualidade da gastronomia de Tenerife reflete-se nos mais prestigiados prémios culinários: Estrelas Michelin, Bib Gourmand, pratos Michelin e Repsol são alguns deles, nos quais a oferta gastronómica da ilha tem estado presente desde o início dos anos 2000.

Neste tópico, seja em restaurantes com estrelas Michelin ou em qualquer outro, não deixe de explorar a oferta de vinhos e vermutes locais. Com 17 por cento do território com vinha cultivada, os vinhos locais oferecem uma experiência diferenciadora graças ao terroir impactado pela atividade vulcânica.

Carregue na galeria para descobrir alguns dos locais de Tenerife que não pode mesmo perder nas suas próximas férias.

ver galeria

Áudio deste artigo

Este artigo foi escrito em parceria com o Turismo de Tenerife.
Advertisement

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT