Viagens

Estados Unidos também vão vacinar os gorilas contra a Covid-19

13 animais do Zoo de Atlanta, nos Estados Unidos da América, testaram positivo para a doença, mas já estão a receber tratamento.
gorilas com covid-19

Após testarem positivo à Covid-19, 13 gorilas-ocidentais-das-terras-baixas do Jardim Zoológico de Atlanta, nos Estados Unidos, estão a receber tratamento para combater o vírus. Os gorilas são animais suscetíveis a muitas doenças dos humanos e, por essa razão, todos os membros do staff trabalhavam com equipamento de proteção individual, para salvaguardar a saúde dos primatas.

Um grupo de tratadores reparou em sintomas estranhos nos gorilas, como tosse, pingos no nariz e alterações de apetite — tudo sintomas de Covid-19. Os animais testaram positivo e após a recuperação, o Zoo planeia vacinar todos os primatas com a nova vacina da Zoetis, desenvolvida para animais. 

“As equipas estão a acompanhar de perto os animais infetados e com esperança de que estes tenham uma recuperação completa”, garante Sam Rivera, responsável pela saúde animal no zoo, num comunicado feito no site esta sexta-feira. “Estão a receber o melhor tratamento possível e estamos preparados para fornecer cuidados de suporte adicionais, caso seja necessário”, acrescenta.

No total existem 20 gorilas no Zoo, mas como são animais sociáveis que vivem em grupo, não é possível isolar a população infetada. Nesse sentido, os animais têm sido testados com regularidade e, assim que tiverem recuperado, serão vacinados com uma nova vacina para animais. Um pouco por todo os Estados Unidos, vários animais já têm recebido doses desta vacina, numa tentativa de tentar combater a propagação do vírus entre os animais.

O jardim zoológico já recebeu autorização do Departamento de Agricultura para poder vacinar os animais e contou, no comunicado, que as doses já tinham chegado e que planeiam vacinar os orangotangos-do-Bornéu e Sumatra, tigres-de-Sumatra, leões-africanos e leopardo-nebuloso.

O Centro de Controlo e Prevenção de Doenças revela que o vírus já demonstrou poder infetar vários mamíferos e até mesmo animais de estimação e geralmente a infeção é contraída através dos humanos. O mesmo poderá ser o que aconteceu com os gorilas em Atlanta, uma vez que um funcionário vacinado tinha testado positivo à Covid-19, ainda que assintomático. 

No entanto Sam Rivera garante que a segurança daqueles que visitam o Zoo está garantida porque há uma distância de segurança entre a zona em que circulam os visitantes e o habitat dos animais.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT