Europa

Esqueça as praias convencionais: este spot apareceu em “Game of Thrones” e é único

É o cenário mais perigoso da Islândia e já o deve ter visto no cinema. Descubra os segredos de Reynisfjara.
Parece outro planeta.

Das auroras boreais a locais pouco conhecidos, a Islândia está repleta de spots interessantes para descobrir. Esta semana já escrevemos sobre uma praia vermelha e agora está na altura de dar a conhecer uma com um novo tom: preto. Igualmente incrível e deslumbrante, também aqui não se vai para tomar banho. Ou melhor, pode fazê-lo, desde que tenha experiência e se sinta corajoso o suficiente para entrar em águas geladas e agitadas.

Quem por aqui passeia, diz sentir-se ora admirado, ora arrepiado. E não é só pelo frio que se faz sentir no país. É que a aparência é tão incomum que não lembra muito as paisagens terrestres habituais. Parece quase um outro planeta. Se está a pensar que a cor preta se deve à sujidade do lugar, está enganado. A areia da praia é, aliás, muito limpa e agradável para caminhar.

A Islândia é um país cheio de atividade vulcânica e esta é a razão por detrás do tom inusitado. O sedimento preto na praia de Reynisfjara foi formado por lava quente fervente do vulcão atualmente adormecido. Depois de arrefecer, em contacto com a água, solidificou. Posteriormente, começou a separar-se e formou pequenas rochas volcânicas. Os sedimentos, desgastados, acumulam-se à beira da água, formando a conhecida areia preta (black sand).

À medida que nos aproximamos deste spot, é difícil não olhar para os montes que se erguem do fundo do mar, projetando-se da escuridão para o céu sombrio. Embora possa parecer impressionante, tem um legado surpreendentemente sinistro. Várias pessoas morreram aqui porque, segundo a lenda, estas formações rochosas de basalto foram em tempos trolls. Transformados em pedra durante uma batalha por não terem conseguido arrastar um navio para a costa antes do nascer do sol, quem se aproximar deles, de lá já não sairá — pelo menos, não com vida. Acredita-se que ao passar perto das falésias ainda se podem ouvir os seus lamentos e gritos. Mas esta é apenas uma das muitas histórias misteriosas que se contam sobre este ponto.

Ao contrário destes mitos, o perigo que aqui se vive não é imaginado. Os visitantes de Reynisfjara devem estar bem cientes dos potenciais riscos presentes na praia. Em primeiro lugar, as ondas estrondosas são particularmente perigosas, muitas vezes empurrando a água mais longe do que se esperaria. Surpeendendo qualquer um, aparecem quando menos se espera, pelo que os habitantes recomendam a que nunca se virem as costas ao oceano.

Sugerimos também que se mantenha a uma distância segura de, pelo menos, 30 metros da água. As correntes são realmente fortes e capazes de arrastar as pessoas para o mar aberto e frio. Tanto que já aconteceram aqui diversos acidentes fatais. O último ocorreu em novembro de 2021.

Pronto, já percebemos que a praia não fornece os melhores banhos de sol, mas certamente oferece vistas deslumbrantes e intriga os viajantes de todo o mundo com a atmosfera misteriosa que cria. Se está a conhecê-la de algum lado, nós revelamos o mistério. Tão hipnotizante já serviu de cenário para vários filmes e séries. A Muralha, que aparece na sétima temporada de “Game of Thrones”, foi tirada exatamente daqui. Também “Star Wars: Rogue One” e “Star Trek: Into Darkness” filmaram algumas das suas cenas neste spot.

Mundialmente famosa, a praia de Reynisfjara fica na costa sul da Islândia, ao lado da pequena vila de pescadores de Vik í Myrdal. Conduzir até lá é particularmente fácil, levando aproximadamente duas horas e meia da capital pela Rota 1, portanto, pode ser feito facilmente em meio dia ou num dia inteiro combinado com outros pontos turísticos.

A caminho de lá, pode passar por quedas de água como Seljalandsfoss e Skogafoss, e glaciares, como Eyjafjallajokull e Myrdalsjokull. Mais adiante, ao longo da costa sul, chegará ao Parque Nacional Vatnajokull, com as suas muitas línguas e lagoas glaciares, desertos de areia preta e a incrível Reserva Natural Skaftafell. Existe um grande parque de estacionamento a um minuto a pé da praia. Há também um pequeno restaurante no mesmo espaço.

Antes de visitar Black Sand Beach, a NiTtravel recomenda que verifique o clima e que leve roupas quentes à prova de água, comida, telefone e lanternas. Por último, e também importante, não se esqueça de levar máquina fotográfica.

Carregue na galeria para ver algumas imagens deste cenário tão marcante e das suas rochas em forma de dedos.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT