Europa

Esta cidade está abandonada há quase 50 anos e parece saída de um filme medieval

A vila fantasma de Craco já serviu de cenário para várias produções. Conheça a sua história.
Craco, Itália.

A região italiana de Craco é conhecida por ser uma cidade fantasma. As primeiras casas foram evacuadas por volta de 1963 e atualmente até já serviu de cenário para filmes bastante famosos. Está localizada na região da Basilicata, no sul de Itália e tem uma história de aproximadamente 1.300 anos. Apesar de ser uma cidade abandonada encontra-se conservada e protegida devido ao seu interesse turístico e até é possível visitá-la com um guia.

Esta antiga vila medieval foi construída no cume de uma montanha a 400 metros do chão por motivos de defesa territorial, caraterística que a distinguia das restantes terras à sua volta. Contudo, durante vários séculos passou por algumas dificuldades no que toca à manutenção da população, como é o caso de uma praga em 1656 que causou uma baixa demográfica.

De entre os motivos que proporcionaram a deslocação de todos os seus habitantes estão os deslizamentos de terra, inundações e ameaças de terramoto. Devido ao seu terreno instável caraterizado por argilas, este tipo de desastres tornou-se recorrente. No século XIX, Craco passou por uma greve de fome por causa das condições adversas do solo, que não eram propícias à atividade agrícola, diminuindo a população local.

Em 1927 ocorreu uma cheia que tornou as condições de vida ainda mais adversas, tornando impossível o repovoamento do centro da cidade. Por último, o terramoto de Irpinia, em 1980, fez com que a cidade fosse completamente abandonada, até ser considerada um destino turístico de interesse.

Apesar de algumas casas estarem em ruínas, vários edifícios, palácios e igrejas ainda estão intactos. Falamos de uma arquitetura que data da época medieval, daí o seu grande interesse e beleza. Por isso, a vila está aberta a visitas de turistas que procurem uma experiência incomum ao visitar uma cidade abandonada.

É importante frisar que devido ao abandono da cidade, muitos dos edifícios estão em perigo de derrocada, pelo que, de momento não é possível entrar dentro da vila. Contudo, esta é uma situação temporária e os responsáveis pelo turismo da zona tencionam retomar as visitas num futuro próximo. De qualquer forma é possível observar por detrás das muralhas da cidade alguns edifícios que se encontram em pontos mais altos da colina.

Além do interesse turístico, a vila tem sido cenário para a realização de vários filmes italianos e internacionais. “A Paixão de Cristo” (2004), “O Rei David” (1985) e “Cristo Parou em Eboli” (1979).

De seguida carregue na galeria para ver mais imagens desta cidade fantasma.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT