Europa

O novo Caminito del Rey percorre um desfiladeiro com mais de 100 metros de altura

O Camino del Desfiladero del Tajo foi inaugurado em abril e está a fazer sucesso.
Só para os mais corajosos.

Situada num planalto entre o rio Guadalevín e rodeada pelas montanhas, a cidade espanhola de Ronda é um dos destinos mais visitados da Andaluzia. Esta pequena localidade é a junção perfeita entre arquitetura e natureza, sem que uma prejudique a existência da outra — e agora há uma nova atração para conhecer.

Desde abril que a cidade tem vindo a conquistar vários visitantes por um motivo particular: é lá que fica o novo Caminito del Rey, conhecido por ser o caminho mais perigoso do mundo. A mais recente atração da cidade chama-se Camino del Desfiladero del Tajo e tem sido amplamente elogiada.

A autarquia da localidade inaugurou a 11 de abril a primeira fase deste projeto: um passadiço de 250 metros situado no icónico desfiladeiro natural que é um dos cartões postais do destino. Com mais de 65 milhões de anos, tem mais de 100 metros de altura e 70 metros de largura. Desde meados do século XVIII que é atravessado pela imponente Puente Nuevo.

“Um dos principais objetivos é mostrar o Tajo de Ronda por baixo, e para isso pretendemos viabilizar um caminho que nos permita olhar para cima e ver a grandiosidade deste monumento natural, repleto de riqueza paisagística e ambiente, desfrutar do seu percurso e da grandiosidade das três pontes de Ronda de uma perspetiva diferente”, adianta o “El Espanol”.

O trajeto permite mostrar “todos os segredos escondidos deste espaço”, desde as paredes do Albacara, os caminhos suspensos, a profundidade do desfiladeiro, uma plataforma pedonal suspensa e os moinhos de farinha de grande valor histórico. O Camino del Del Desfiladeiro del Tajo permite absorver as vistas impressionantes da cidade de Ronda, bem como das três pontes que a atravessam: a Puente Nuevo, a Puente Romano e a Puente Viejo.

O passadiço percorre o interior do Tajo de Ronda, a três metros do rio Guadalevín, e começa na chamada Casa de Manolillo, onde se encontra uma plataforma rochosa que é um miradouro perfeito de onde se avista toda a paisagem. A primeira fase do projeto permite chegar à base da famosa Puente Nuevo, um dos ícones da cidade. Levou quatro décadas a ser construída e está a mais de 100 metros de altura.

Segundo o próprio site, este é um “projeto inovador que permite aos visitantes entrar neste emblemático monumento natural de Ronda e descobri-lo de uma perspetiva totalmente nova”. Para manter a segurança de todos os visitantes, todos recebem um capacete à chegada, uma vez que há possibilidade de queda de pedras. Além desta medida de segurança, há uma rede metálica a proteger os pedestres.

A segunda fase do projeto é mais complexa e consiste na instalação de uma plataforma suspensa que permitirá a travessia de todo o desfiladeiro. Este passadiço terá 1,20 metros de largura e está previsto ser fabricado com materiais integrados na natureza. A Câmara Municipal acredita que poderá ser inaugurado em 2026, altura em que o passadiço se estenderá ao longo de 750 metros e deverá chegar perto dos antigos banhos árabes.

Para já, pode percorrer os 250 metros de percurso. As entradas diárias (apenas para maiores de oito anos) custam 5€ por pessoa e podem ser adquiridas online. 

Como lá chegar

O aeroporto mais próximo de Ronda é o de Málaga. A partir de Lisboa ou do Porto, existem voos desde 78€ e 48€, respetivamente. Depois o melhor será mesmo alugar um carro. A viagem demora cerca de 1h15.

Carregue na galeria para ver as primeiras imagens deste novo caminho. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT