Europa

O spot de Itália que é o paraíso dos apaixonados — mas que poucos conhecem

O Jardim das Laranjeiras é um dos locais favoritos dos moradores. Tem um miradouro incrível onde pode ver o pôr do sol.
O pôr do sol mais romântico de Roma.

Quando ouvimos falar de laranjeiras podemos associar à estação de metro de Lisboa ou a alguma localidade específica. A NiTtravel encontrou algo melhor relacionado com esta temática. Se tem uma viagem marcada para Roma e está à procura de spots pouco conhecidos, deve incluir este espaço na sua bucket list.

Giardino Degli Aranci é um dos jardins mais bonitos da capital italiana. No topo do Monte Aventino existe um jardim público não muito grande com imensas laranjeiras. Ainda assim, o que o torna único, mais do que as árvores de fruto, é a sua vista incrível sobre Roma e a cúpula de São Pedro.

Há quem conheça esta paragem como Parco Savello. Mas será Giardino Degli Aranci ou Parco Savello? O verdadeiro nome do jardim é Parco Savello, no entanto, as laranjeiras são tão características deste parque que os romanos passaram a chamá-lo de “Il Giardino Degli Aranci” que significa jardim das laranjeiras.

Diz-se que a laranja mais antiga da Europa — e a primeira de Itália — pode ser encontrada neste jardim e está relacionada com um milagre. Em 1220, San Domenico, o famoso frade católico que fundou a Ordem dos Pregadores, terá plantado uma árvore deste fruto no Giardino Degli Aranci.

A partir desse momento, espalhou-se o boato de que as laranjas eram milagrosas mas, para evitar dúvidas, não é permitido a ninguém colhê-las. Também o nome Savello tem razão de ser: partiu da família Savelli que, entre 1285 e 1287, construiu neste local uma fortificação que ainda é parcialmente visível do lado direito do parque.

Roma é uma cidade que se consegue explorar facilmente a pé. Se tiver horários a cumprir ou menos tempo para andar pelas ruas da cidade, pode sempre comprar um passe para os transportes. Por 1,50€ é possível comprar um bilhete que lhe dá direito a 100 minutos de deslocação seguidos e com trocas ilimitadas entre diferentes meios de transporte.

Pode também comprar o MetroBus 24 horas por 7€. Este tipo de bilhete permite usar a rede de transportes públicos de Roma, de forma ilimitada durante 24 horas, a partir da primeira utilização. No caso de ficar vários dias na capital, pode optar pela modalidade de 48 ou de 72 horas. Estes bilhetes custam 12,50€ e 18€, respetivamente.

Para chegar ao Giardino Degli Aranci sugerimos que apanhe a linha de metro B e saia na estação de Circo Massimo, na parte inferior da colina. Depois só tem de caminhar cerca de cinco minutos. Engane-se se pensa que são cinco minutos rápidos. O ponto turístico fica no topo do Monte Aventino, uma das sete colinas históricas de Roma. Por isso, leve um calçado confortável, porque vai subir bastante.

Como alternativa, também pode apanhar as várias linhas de autocarro, apesar de não se escapar da terrível e íngreme subida do morro até ao parque. Ao subir, vai passar pelo jardim de rosas de Roma (Roseto Comunale), especialmente bonito na primavera. Na descida terá à sua frente um dos monumentos mais pitorescos de Roma: o palácio dos imperadores no Monte Palatino.

A poucos metros do miradouro do jardim vai ainda encontrar a Bocca della Veritá, um dos vários pontos turísticos da cidade e o rio Tibre, que separa o centro de Roma de Trastevere.

O Giardino Degli Aranci tem horários diferentes dependendo da época do ano. De outubro a fevereiro, está aberto das 7 às 18 horas. De março a setembro funciona das 7 às 8 horas e de abril a agosto, das 7 às 21 horas. A entrada no miradouro é gratuita.

O pôr do sol romano torna-se verdadeiramente especial quando visto a partir deste ponto. Perto o suficiente para ser fácil lá chegar, mas longe de muitos turistas, o jardim oferece uma visão inesquecível.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT