NiTtravel

A incrível piscina de Bondi Beach, onde é gravada a série mais famosa da Austrália

Não há tubarões e os afogamentos são raros. Porém, está mesmo por cima da praia onde esses salvamentos inspiram cenas de ficção.
Fica na Austrália e é incrível.

Assim que ouvimos falar em Bondi Beach, pensamos logo no famoso programa australiano que acompanha os salva-vidas profissionais desta praia australiana. Afogamentos, sustos de tubarões, turistas bêbados e crianças perdidas são alguns dos problemas mais populares em cada episódio. E é precisamente por isso que a produção é um sucesso internacional, com vários milhões de espectadores.

Todos os anos, em junho, é realizada uma prova para testar a aptidão, força e habilidade dos salva-vidas. Ao longo da avaliação, os participantes têm de fazer 800 metros numa piscina em menos de 13 minutos e meio e correr 600 metros na areia enquanto seguram uma prancha.Se não está pronto para concluir os exigentes sets de resgate em Bondi no tempo máximo de 25 minutos, mas quer viver a experiência de pisar o areal da famosa praia e até, quem sabe, ver a gravação de um dos episódios ao vivo, a viagem que vamos sugerir é ideal para si.

Com verão entre dezembro e fevereiro, a Austrália é o spot perfeito para aproveitar o calor e dar uns bons mergulhos. Nessa época, as temperaturas podem chegar aos 40 graus. Entre as incríveis praias do país, o deslumbrante areal branco de Bondi faz deste local um dos mais icónicos da Austrália. Para quem não se sente atraído pelas ondas, saiba que na proximidade há uma piscina oceânica aberta durante todo o ano: Bondi Icebergs.

É a opção perfeita para aqueles que não resistem à água salgada, mas que se sentem mais confortáveis quando não correm o risco do levar com uma onda ou ser puxados pela maré. E esta é uma das mais incríveis do mundo. Quem o diz é a “Lonely Plantet”, a maior editora mundial de guias de viagem.

Construídas nas falésias logo acima do mar da Tasmânia, as Bondi Baths, à beira da praia mais famosa de Sydney, são visitadas por turistas há mais de um século. A oito quilómetros de centro da cidade, qualquer pessoa pode dar um mergulho na piscina olímpica, que fica tão perto do mar que pode a qualquer momento levar com uma onda de água do mar.  Ao lado, mais protegida, há uma piscina para os miúdos, e um pequeno café.

Se está a pensar conhecer este local, planeie a viagem para que não passe por lá a uma quinta-feira. Nestes dias, o espaço fecha para que os funcionários possam limpar as algas trazidas pelo mar. No resto dos dias, se morar num raio de cinco quilómetros de distância do clube, pode entrar livremente como visitante. Se viver mais longe ou turista, terá de se tornar membro do clube para aceder ao espaço. Por isso mesmo, todos os visitantes devem apresentar um documento de identidade com foto que indique o local de residência.

Chegar a Bondi é um trajeto que se faz facilmente, seja em transportes públicos ou privados. Existem várias rotas de autocarro que param a uma curta distância da entrada principal. Se optar por ir de carro, não se esqueça de que a praia pode tornar-se movimentada e o estacionamento caótico.

Na mesma lista do “Lonely Planet”, existe uma piscina natural portuguesa em destaque: a Piscina das Marés, em Leça da Palmeira. Entre grutas de rochas naturais e feitas pelo homem com concreto e azulejo estão a Grotto della Poesia (Itália), Queen’s Baths (Bahamas), Tunnels Beaches (Reino Unido), To Sua Ocean Trench (Samoa), Porto de Galinhas (Brasil) e Sea Point Pavilion (África do Sul). Todas oferecem o melhor de dois mundos: “águas seguras e serenas com vistas ilimitadas do mar e do céu”.

Carregue na galeria para conhecer melhor a piscina e a praia de Bondi, na Austrália.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT