NiTtravel

Esta lagoa azul turquesa é uma Meca para os fãs de kitesurf

O spot é de uma beleza única e uma das maravilhas mais bem guardadas do Egito.
Para chegar à lagoa azul existem tours de grupo que partem da cidade de Dahab.

O Egito vai muito para além das conhecidas pirâmides de Gizé e dos extensos desertos que nos vêm à cabeça quando pensamos neste destino. O território banhado pelo Mar Vermelho e o Mar Mediterrâneo tem uma larga costa litoral repleta de paisagens incríveis e dotada de uma natureza infinita. Uma das cidades muito conhecidas pela sua correlação com o mar e os desportos aquáticos é Dahab.

Dahab foi, durante muitos anos, e ainda se mantém uma vila de pescadores beduínos — uma tribo árabe habitante dos desertos — que ficou famosa entre os mergulhadores depois dos anos 60. O facto da área ser banhada pelo Mar Vermelho amplifica o seu interesse turístico.

A cidade egípcia é muito conhecida pelo “buraco azul” que se encontra na sua costa litoral. Esta zona do mar é chamada de Golfo de Aqaba e é maioritariamente conhecida, principalmente entre os religiosos, devido ao episódio bíblico em que o profeta Moisés “abriu” as águas do golfo para que o povo hebreu passasse do Egito para a Palestina.

O buraco azul, vizinho da lagoa com o mesmo nome, é um dos marcos naturais mais significativos do Egito e, mais especificamente do sul de Sinai, em Dahab. Consiste num poço gigante que resulta do processo de erosão na qual uma capa principal da rocha é dissolvida por águas ácidas. Neste caso, crê-se que este buraco se formou há milhares de anos durante o derretimento da era glaciar, contendo uma profundidade de 120 metros. Esta formação geológica com paredes cobertas de corais e ecossistemas marinhos faz as maravilhas dos mergulhadores profissionais.

Ganhou popularidade nos últimos anos, não só pela sua beleza, mas também, por ser um dos locais de mergulho mais perigosos do mundo. A parte que lhe dá esta fama é chamada “the arch” e já fez mais de 200 mortos. Tal facto só aconteceu devido à inexperiência dos nadadores que se aventuraram por águas desconhecidas sem equipamentos especializados, resultando em fins trágicos.

Apenas a uns quilómetros para norte desta conhecida atração encontra-se a Lagoa Azul ou de Dahab. Inserida na zona protegida de Ras Abu Galum, na área do Golfo de Aqaba, conta com uma grande diversidade de recifes corais e caves marinhas. Este é um spot ainda mais belo e extraordinário que se encontra a oito quilómetros para norte de Ras Abu Galum, famoso pelas suas águas cristalinas e localização privilegiada. É como se fosse um esconderijo do mundo.

A lagoa de Dahab é uma grande porção de água ao ar livre, caracterizada pelas águas cristalinas e calmas. Fica situada numa concavidade no meio da areia, que a protege do restante mar que a rodeia do Golfo de Aqaba. É o local perfeito para passear, passar um dia relaxado a nadar e a apanhar sol ou apenas a explorar a área circundante. Nessa zona poderá encontrar pequenos restaurantes locais e muitas cabanas que são propriedade dos pescadores locais. Devido à sua beleza natural, ambiente calmo e águas paradas é o paraíso dos amantes de kitesuf.

Ao contrário da sua atração vizinha, não se pode mergulhar na lagoa por causa das suas areias rasas mas, para os amantes de kitesurf é como se fosse a sua Meca. Os visitantes que procurem apenas uma experiência balnear relaxante encontram no local as águas cristalinas e calmas que correspondem às suas exigências. Já para não falar que as temperaturas elevadas e o clima árido não vão deixá-lo afastar-se desta zona de banhos. Também os camelos que andam pela areia, irão adicionar um fator surpresa à sua experiência.

Para chegar à Lagoa Azul partindo do centro de Dahab, são ainda 16 quilómetros e esta fica no meio do deserto, numa língua de areia à qual o acesso não é muito facilitado pela ausência de estradas. No entanto, existem duas formas de se deslocar até lá.

A primeira e a mais fácil é juntar-se a uma tour de grupo. Esta hipótese faz com que não existam constrangimentos no que toca a tentar arranjar barco ou táxi para lá chegar. Normalmente as tours saem de Dahab e passam pela Lagoa Azul, a Reserva de Abu Galoum e o Buraco Azul com tudo incluído apenas por 50€. Poderá escolher esta opção através do site. Esta viagem é feita de jipe, dura no máximo seis horas e é, sem dúvida, a menos trabalhosa. O melhor é que poderá fazer mergulho e snorkeling porque tem os materiais incluídos no preço.

A área da Lagoa tem um parque de campismo, para que possa passar lá mais tempo e aproveitar a beleza local. Se desejar passar uma ou duas noites, o recomendado seria tentar chegar lá de forma independente. Desta maneira, seria necessário apanhar um táxi de Dahab, que custa de 3€ a 4€. Quando chegar à área do “buraco azul”, o ingresso será 10€ por pessoa.

A deslocação entre as áreas da Lagoa Azul, Reserva de Abu Galoum e Buraco Azul pode também ser feita de táxi lancha, ou de camelo. A viagem de barco é muito atribulada devido ao mar agitado e custa 8€ por cada grupo de cinco. Da Reserva de Abu Galoum alguns habitantes locais fazem de motoristas e levam os turistas ao destino paradisíaco, que fica a dez minutos de caminho. Esta opção custa 4€ por grupo. O regresso é feito da mesma forma, mas no caminho oposto.

A maior parte dos visitantes de Abu Galoum e da Lagoa Azul desejam passar mais do que uma noite no local. Nesta remota cidade do Egito não há Internet, trânsito ou ruas agitadas, daí ser o sítio perfeito para descontrair, desligar e aproveitar o presente. Neste caso, não tem de se preocupar com procurar onde ficar pois existem cabanas na praia que lhe proporcionam uma estadia agradável desde 6€ a 8€.

No local poderá apreciar um belo almoço no Turkish Coffe, ou no Camel Restaurant que ficam perto do buraco azul. Caso deseje ficar em Dahab também existem várias opções de alojamento, embora fique a uma maior distância.

De seguida carregue na galeria para descobrir mais detalhes sobre este local egípcio incrível.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT