NiTtravel

Neste cruzeiro vai ser servido por dois bartenders robóticos

Passa pelo Alasca e detém dois recordes mundiais: o de maior navio e o do deck de observação mais alto numa embarcação.
A viagem que tem de fazer pelo menos uma vez na vida.

Viajar num cruzeiro é uma experiência única e um sonho de muitos turistas, uma vez que pode conhecer vários países e cidades enquanto descansa num resort de cinco estrelas flutuante. Quantas vezes se imaginou naqueles navios de luxo, deitado à beira da piscina rodeado de mar? Ou a assistir a um daqueles espetáculos ao mesmo tempo que come os melhores pratos?

Nos meses aparentemente intermináveis de pandemia, muito do alento para continuar veio do acreditar que tudo passaria em breve e que se voltaria a poder sair, abraçar, ir a concertos e viajar. Algumas pessoas, as que conseguiram, até foram colocando algum dinheiro de lado para aquele passeio ou experiência da desforra, aquilo que sempre quiseram fazer e nunca tiveram coragem — até vir uma pandemia mundial e fazer-nos perspetivar tudo.

Esta é, sem dúvida, uma ideia que pode ir para essa lista. Em dezembro de 2020 revelaram uma fórmula para fazer reanimar a devastada indústria dos cruzeiros. A The Royal Caribbean, que operava o navio Quantum of The Seas, prometia viagens sem contágio e sem riscos, numa rota para lado nenhum — navios que partem e terminam a sua viagem no mesmo porto, sem atracar pelo caminho. Porém, a ideia acabou por não ser assim tão boa, esbarrando em mais um caso de infeção a bordo.

Com o levantamento das restrições, voltaram outra vez a oferecer experiências de sonho e prometem ser as melhores opções de viagem. Na Gold List da “Condé Nast Traveler”, este foi um dos melhores cruzeiros eleitos. Parta numa aventura de sete noites no Alasca saindo de Seattle e compre um lugar na primeira fila para ver glaciares imponentes e picos cobertos de neve a bordo do Quantum of the Seas.

Navio líder da sua classe, na inauguração, em 2014, era o terceiro maior navio de cruzeiro do mundo em tonelagem bruta. Saltar de paraquedas, andar de carrinhos de choque, resolver quebra-cabeças alucinantes num escape room: todas são atividades que os tripulantes podem fazer a bordo. Maravilhe-se com o brilho da boutique Bvlgari, a sofisticada marca italiana de joias, relógios, acessórios e fragrâncias para homens e mulheres.

Ao final do dia, vá até ao Bionic Bar e peça um cocktail que é preparado por dois bartenders robóticos. Veja-os a agitar, mexer e misturar bebidas noite fora, enquanto criam combinações clássicas ou exclusivas infinitas. Porque não arriscar e criar o seu próprio mocktail? Enquanto espera, aproveite para se entreter com as estatísticas divertidas sobre os pedidos dos convidados e aprender a fazer todos os passos da bebida que está a ser confecionada.

Se não tiver medo das alturas, claro que também não pode perder a oportunidade de descobrir uma das mais recentes atrações — que até venceu o Guinness World Record para o deck de observação mais alto num navio de cruzeiro. O North Star é uma cápsula de vidro, presa a um braço mecânico gigante que se move lentamente para cima, para baixo e para fora da lateral.

Algo entre uma roda gigante moderna e um passeio de teleférico: ao longo de 20 minutos, sinta a barriga a dar voltas quando o braço subir 90 metros acima do nível do mar. Se procura uma foto incrível para publicar nas redes sociais, este é o sítio perfeito, já que vai ter vistas incomparáveis de 360 graus.

Num navio tão dinâmico como este, não é surpresa que haja espetáculos incríveis, com trapezistas e outros artistas ao vivo. Entre os muitos restaurantes principais, coma no Silk, um espaço de inspiração asiática.

Além do pacote de sete dias de ida e volta no Alasca, o Quantum of The Seas também terá disponível a experiência de Seattle para Vancouver, Pacífico Sul, Tasmânia, e Brisbane a Honolulu. Os preços serão sob consulta, começando nos 290€, mas pode procurar os contactos e mais informações sobre todas as ofertas no site oficial.

Carregue na galeria para ver imagens deste que é um dos melhores cruzeiros do mundo.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT