NiTtravel

Neste spot em Cabo Verde pode nadar numa salina e conhecer a história da Ilha do Sal

As Salinas de Pedra Lume estão abertas a visitas por apenas 5€. Os turistas também podem explorar a antiga mina.
Piscina natural de água salgada

As Salinas de Pedra Lume na Ilha do Sal formaram-se a partir da cratera de um vulcão extinto que em tempos esteve em contacto com o mar. Essa junção criou uma infiltração que, ao evaporar, deixou um reservatório de sal. A comercialização das salinas permitiu que a ilha crescesse e se desenvolvesse economicamente e é por esta razão que se chama Ilha do Sal.

O sal de Pedra Lume começou a ser extraído em 1833 e a mina fechou em 1980. Atualmente está aberta ao turismo. Os visitantes podem conhecer as salinas e ver o contraste das suas cores, formadas através da junção da cor da pedra, da vegetação à volta, do branco do sal e do azul do oceano. Vermelho, laranja ou roxo são alguns dos tons mais dominantes. Os visitantes também podem explorar a antiga mina e conhecer os equipamentos usados para a extração do sal.

No entanto, a atividade mais famosa é nadar em água salgada. Esta água tem uma taxa de salinidade 26 vezes superior à água do mar, o que faz com que seja possível boiar muito facilmente. Além disso, este é um banho terapêutico, pois os sais melhoram a oxigenação do organismo, entre outros benefícios. No fim da visita, poderá tomar um banho de água doce para retirar o sal, claro.

As Salinas de Pedra Lume.

As salinas de Pedra Lume foram consideradas como paisagem nacional protegida em 2003. Desde 2014 são património natural, histórico e cultural de Cabo Verde. A visita a este centro cultural custa 5€. O espaço fica a apenas 15 minutos de carro do centro da Ilha do Sal caso alugue um carro. Se preferir pode também embarcar numa das várias excursões que saem do centro da cidade.

Caso queira conhecer outros encantos de Cabo Verde, temos um pacote imperdível para a Ilha da Boavista por apenas 930€ com tudo incluído de 4 a 11 de junho.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT