NiTtravel

O trilho de sonho onde voa deitado numa cama sobre desfiladeiros no Brasil

No Rio Grande do Sul é literalmente atirado para um penhasco com 300 metros de altura, enquanto está preso por um simples cabo.
O passeio pelo meio do cânion Monte Negro é feito numa cama de rede.

Os câniones do Rio Grande do Sul estão entre as maiores belezas naturais do Brasil. E no catálogo de atrações nenhuma bate o Cânion Monte Negro, que é precisamente a mais popular entre os turistas em São José dos Ausentes. Se é fã das novelas “Além do Tempo” ou “Chocolate com Pimenta“, deve lembrar-se daqueles cenários incríveis. Pois bem, as cenas foram gravadas precisamente neste local.

Porém, ao contrário das personagens daquelas novelas da Globo, vai poder fazer um passeio bem mais divertido: voar sobre os profundos desfiladeiros numa cama de rede. A 300 metros de altura, só precisa de se sentar ou deitar neste bocado de tecido para realizar este percurso que dura entre dez e quinze minutos. É normal que sinta um aperto no estômago. Afinal, não é todos os dias que se experimenta a sensação de voar sobre montes de rocha e penhascos. Mas não se preocupe: os visitantes vão bem protegidos por um cinto de segurança. A única regra é que os participantes tenham mais de 12 anos.

O passeio é organizado pela empresa Rota Aventura e a data da próxima atividade já foi divulgada. Não perca a oportunidade e inscreva-se antes que o número de vagas esgote: dia 17 de setembro, das 7 às 14 horas. Cada viagem custa cerca de 40€

Arranjar uma viagem até ao Brasil não é difícil, basta entrar em contacto com a NiTtravel que nós organizamos o pacote perfeito para si. O viagem mais fácil é voar diretamente para o Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, e aí alugar um carro. A partir daí, deve conduzir durante quatro horas até à a cidade de São José dos Ausentes. Também é possível fazer o trajeto em transportes públicos, mas irá demorar o dobro do tempo.

Siga, depois, até ao distrito de Silveira e continue na mesma estrada durante mais 21 quilómetros. Apesar de ser bem sinalizada, pode haver zonas em que não vai ter rede de Internet, por isso é melhor descarregar todas as informações com antecedência, assim como o mapa do local.

Quando chega à entrada do cânion, pode deixar o carro no parque de estacionamento e andar cerca de 800 metros até ao local da atividade. Nunca saia do trilho assinalado, até porque é relativamente comum os turistas perderem-se naquela região nos dias de maior nebulosidade.

Se preferir, pode apenas optar por fazer uma caminhada de quatro quilómetros pelos trilhos que circundam o cânion. O percurso é fácil e praticamente todo plano, além de livre e gratuito. Se for com crianças, tenha cuidado, uma vez que a borda dos penhascos não tem proteção e já foi local de vários acidentes.

Carregue na galeria para ver mais imagens deste maravilhoso cânion escondido no sul do Brasil.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT