cafés e bares

Joyeux — Lisboa

Têm trissomia 21 ou perturbações do espectro do autismo. Aqui sentem que conseguiram a oportunidade que não lhes tinha sido dada.

“Todos merecemos o mesmo olhar e a mesma atenção, é isso que importa.” Sebastião, 24 anos, estava um pouco nervoso na conversa que estava a ter com NiT. Perguntámos-lhe sobre a experiência de trabalho no Joyeux, em Lisboa, onde são empregadas pessoas dificuldades intelectuais e do desenvolvimento (DID), como trissomia 21 ou perturbações do espectro do autismo. “Tem sido muito bom, gosto bastante de estar em contacto com o público.”

Do outro lado do balcão tinha o apoio de Carolina, 21 anos. “Este sim, é o meu maninho”. Já tinha estado nos recursos humanos de uma cadeia de pizzaria. Este verão foi protagonista da campanha de regresso às aulas da FNAC. Deste o primeiro dia [23 de novembro] que faz parte da equipa do novo Joyeux.

“Estou atrás do do balcão, falo com as pessoas, digo bom dia, boa tarde, e também sirvo às mesas. Ajudo as minhas equipas e as outras também. Foi uma oportunidade muito boa”; conta Carolina à NiT. É um trabalho idêntico ao de Pedro, 22 anos. Os avós tiveram um café, por isto esta não é uma experiência nova. “Já tinha feito, mas é algo que gosto de fazer, como o atendimento ao público e o serviço às mesas.”

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Calçada da Estrela, 26, Lisboa
    1200-664 Lisboa
  • HORÁRIO
  • Das: 09:00
  • Às: 18:00
  • Fecha segunda e domingo.
PREÇO MÉDIO
Entre 10€ e 20€
TIPO DE COMIDA
Café

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT