Restaurantes

5 restaurantes para comer muito bem (e barato) em Sesimbra

O comentador político da CNN Portugal, Rui Calafate, tem uma relação especial com a vila piscatória. A NiT pediu-lhe as melhores dicas para este guia.
Aponte a lista.

Rodeada pela serra da Arrábida, com praias de areia branca e águas de um azul profundo difícil de encontrar noutra zona do País. Aqui estão três belos motivos para visitar Sesimbra este verão. Mas Rui Calafate tem pelo menos mais cinco argumentos para passar pela pequena vila piscatória que fica a menos de uma hora de distância de Lisboa.

O consultor de comunicação e comentador da CNN Portugal “mantém uma relação” com a localidade há 44 anos. Quando era miúdo, os pais compraram uma casa na vila, por isso este passou a ser o destino de verão e fins de semana da família.

“Sesimbra é o meu paraíso de nostalgia, da adolescência. Das férias em família. É uma terra que me tranquiliza e me oferece a capacidade de descansar, é uma espécie de paraíso zen, sobretudo fora da época alta”, conta à NiT.

As memórias da juventude, aliada à tranquilidade da praia e ao bom tempo que se faz sentir mesmo nos meses de inverno fizeram com que Calafate assumisse um compromisso consigo próprio. “No ano passado coloquei como objetivo para 2023 passar sete dias por mês em Sesimbra. E consegui cumprir. Em 2024 está a ser mais complicado. Porém, é algo que gosto de fazer”.

Quando lá está o consultor gosta sobretudo de passear pela praia logo pela manhã, ler e escrever. “Parte do meu livro ‘Os 10 mandamentos da Política’, que lancei em maio ,foi escrito em Sesimbra. Além de inspirado, sinto-me em paz e com tempo para me dedicar às coisas que gosto de fazer”.

E continua: “Sou apaixonado por cultura. Tenho mais de quatro mil livros na minha biblioteca e uma videoteca com milhares de filmes. Organizo a minha vida para conseguir dedicar-me a estes hobbies a partir das 18 horas, todos os dias. Quando estou por Sesimbra, divido o meu tempo entre estas paixões.”

Rui Calafate, de 53 anos, tem ainda um lado aventureiro que o faz explorar Sesimbra a partir de outras perspetivas. “Os passeios de barco, em canoagem ou a exploração submarina está a ter um grande crescimento por lá”.

E logo depois dos passeios pelos areais e da leitura em dia, comer é a sua coisa favorita — sobretudo na vila. “Gosto muito de provar coisas diferentes. No restaurante Portofino, por exemplo, trocam todos os anos de menu. Adoro experimentar os pratos novos. Por outro lado, não gosto do trocar o incerto pelo certo. Prefiro sempre o clássico à inovação, sobretudo em Sesimbra”.

Por isso mesmo, Rui Calafate tem uma lista de locais regulares, onde os empregados conhecem de cor os seus gostos. Muitos destes restaurantes estão abertos há décadas. Outros são mais recentes. Mas todos fazem parte do roteiro obrigatório que o foodie lisboeta criou de propósito para a NiT. 

Carregue na galeria para conhecer então os cinco espaços (e respetivos pratos) sugeridos por Rui Calafate em Sesimbra.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT